. Nos próximos cinco anos, doze centros culturais e museus serão inaugurados no Brasil, entre eles, dois na cidade de Manaus: o Museu da Cidade, que funcionará no prédio histórico do Paço da Liberdade; e o Museu Olímpico, na Arena da Amazônia, composto de peças do acervo do presidente da Confederação Sul-Americana de Atletismo (Consudatle), Roberto Gesta.

. O boom de inaugurações, em pleno cenário econômico desfavorável no País foi o assunto da matéria “Contra a crise, museus”, da revista Veja de domingo, 23/7. Nela, cinco Estados – São Paulo, Rio de Janeiro, Piauí, Goiás e Amazonas – têm seus projetos citados como modelos dos novos conceitos de museus, os chamados “museus de identidade”, que dialogam com a tecnologia sobre aspectos temático-culturais específicos, como é o caso do Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, e da Língua Portuguesa, em São Paulo.

. “O Museu da Cidade, em Manaus, pretende explicar o surgimento da capital amazonense a partir dos diversos fluxos migratórios”, cita a reportagem. Trata-se da exposição permanente “Manaus: História, Gente e Cultura”, que irá trabalhar tanto os aspectos históricos, como o processo evolutivo de construção da cidade de Manaus, focado, sobretudo, na inserção das pessoas na construção desse modelo de cidade. Aplausos!