. A fevida Nova York vai ganhar um clube de luxo totalmente diferente de todos os outros que existem lá, e que está atraindo uma turma de ricaços que inclui desde os magnatas do setor imobiliário da cidade Barry Sternlicht e Richard Lefrak e o bilionário Jim Pallotta a astros de Hollywood como Will Smith. Todos eles já garantiram seus certificados de associação ao hotspot batizado simplesmente “Well” (“Bem”), cujas portas deverão abrir no começo de 2019.

. O conceito do clube foi bolado por Rebecca Parekh, ex-braço direito do médico indiano e guru da autoajuda Deepak Chopra, junto com Kane Sarhan, diretor da rede hoteleira eco-friendly 1 Hotels, e Sarrah Hallock, que transformou a marca de águas vitaminadas Glacéau (fabricante da Vitaminwater) em um negócio de US$ 350 milhões (R$ 1,14 bilhão), preço de venda da empresa para a The Coca-Cola Company há doze anos.

. Basicamente, o Well deverá reunir um time profissional formado por médicos de pensamento mais aberto e até “healers” para atender seus associados, geralmente pessoas fãs de tratamentos alternativos, em troca de pagamentos anuais que começam na casa dos US$ 5 mil (R$ 16,3 mil). O curioso é que o local onde os serviços serão oferecidos é um segredo guardado a sete chaves, mas sabe-se que fica em algum ponto de Manhattan.