sexta-feira, maio 17, 2024

Arte Sem Fronteiras’ seleciona bailarinos para espetáculo do Boi Garantido no Festival de Parintins 2023

A Instituição Cultural Arte Sem Fronteiras está selecionando bailarinos para participarem das três noites de apresentação do Boi Garantido no Festival Folclórico de Parintins 2023, que será realizado nos dias 30 de junho, 1° e 2 de julho. Neste ano, o bumbá defenderá o tema ‘Garantido Por Toda Vida’.

O processo de criação das coreografias será conduzido pelo diretor e fundador da companhia, Wilson Júnior, com apoio da professora de dança, Jéssica Moça. A seletiva para novos bailarinos será realizada na sede da companhia, localizada na rua Vila Betel, bairro Centro.

Essa é a segunda vez que o Arte Sem Fronteiras integra o núcleo coreográfico do Boi Garantido. No ano de 2022, o grupo esteve no Bumbódromo defendendo a agremiação. Para 2023, o coreógrafo Wilson Júnior espera realizar um grande trabalho.

“Ano passado tivemos uma experiência fantástica. Meu grupo e eu fomos bem recebidos pela diretoria e os demais artistas que integram o Boi Garantido. Infelizmente o título não veio, mas esse ano estamos focados para dar a volta por cima e dar muitas alegrias ao torcedor vermelho e branco. Eu tenho certeza que os jurados e principalmente o público irão gostar do que estamos preparando”, disse.

Perfil

A seletiva é aberta para homens e mulheres, a partir dos 16 anos, e realizada toda sexta-feira, das 19h às 21h, e no sábado, das 13h às 17h, na sede da Instituição Cultural Arte Sem Fronteiras.

De acordo com a professora Jéssica Moça, para integrar o elenco para o Festival Folclórico de Parintins, o bailarino precisa ser dedicado e noções de dança contemporânea e principalmente o boi-bumbá.

“Cada trabalho desempenhado pelo nosso grupo sempre foi elogiado pela força dos bailarinos e a força dos nossos movimentos. No festival de 2023 não será diferente, por isso nós pedimos que os candidatos sejam dedicados, precisam ter noção de dança. Dessa forma o espetáculo sai bonito e conseguimos alcançar o nosso objetivo. Desde já, todos estão convidados a participarem dessa seletiva”, reitera.

Sobre o Arte Sem Fronteiras

Fundado em 2008, o Arte Sem Fronteiras promove aulas de balé, dança contemporânea, jazz e danças populares (afro, boi-bumbá e carimbó), sendo ministradas pelos professores Wilson Júnior, Jéssica Moça e Bruno Sousa.

A companhia soma participações em eventos como o Festival de Dança do Amazonas (FAD), Festival de Dança de Joinville (SC), o Festival Folclórico de Parintins, o Brazil Torent Fest (Canadá) e o Festival da Cultura Brasileira na (Austria)

Além disso, o grupo participou de apresentações ao lado de artistas como Lucilene Castro, Márcia Siqueira, Zezinho Corrêa (In Memorian), Klinger Araújo (In Memorian) e James Rios. De 2018 a 2019, o Arte Sem Fronteiras integrou o núcleo coreográfico do Boi Caprichoso e, atualmente, está no Boi Garantido.

Foto: Dheyson Lima/Arte Sem Fronteiras

Matérias Relacionadas

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidade

Últimas Notícias