sexta-feira, abril 12, 2024

Prefeitura de Manaus emite alerta após alta no número de casos de Covid-19

Devido à tendência de alta no número de casos de Covid-19 em todo o estado, a Prefeitura de Manaus alerta a população a ficar atenta aos sintomas da doença e a buscar uma das unidades da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) diante de sintomas como dor de cabeça e garganta, tosse, espirros, febre e mal-estar, para realizar o teste rápido. Além disso, a secretaria reforça a necessidade de serem seguidos os cuidados preventivos básicos a fim de reduzir a circulação do vírus.

A titular da Semsa, Shádia Fraxe, explica que o período chuvoso contribui para o surgimento das síndromes gripais e que as aglomerações, que ocorrem com frequência nos eventos de carnaval, facilitam a circulação de vírus respiratórios, incluindo o da Influenza e seus subtipos, os adenovírus, os rinovírus e o coronavírus, entre outros.

Na última sexta-feira, 17/2, o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs Manaus) divulgou um comunicado de risco reforçando a necessidade das medidas tradicionais de proteção, como uso de máscara e distanciamento, para os segmentos mais vulneráveis à Covid-19, ou seja, idosos com 70 anos ou mais, imunossuprimidos, profissionais de saúde no exercício do seu trabalho, usuários do transporte coletivo e das unidades de saúde pública e particular, além das pessoas com suspeita ou confirmação de síndromes gripais.

O comunicado também destaca a intensificação da vigilância epidemiológica para identificação precoce dos casos na rede de saúde e da realização de testes rápidos para o diagnóstico precoce e a interrupção da cadeia de transmissão.

Os dados considerados pelo Cievs municipal indicam que este ano a partir dia 7/2, houve aumento significativo de casos de Covid-19, com o registro de 37 casos, representando um aumento de 125%, em relação ao dia anterior, quando haviam sido registrados apenas 15 casos.

No entanto, observa a gerente do Cievs Manaus, Graziela Andrade das Neves, quando os números deste ano são comprados aos do mesmo período do ano passado, percebe-se que o cenário epidemiológico naquele período era completamente diferente.  Entre os dias 1º e 22 de fevereiro de 2022 foram registrados 27.466 casos de Covid e neste ano, no mesmo período, foram 1.790 casos, ou seja, 25.676 casos a menos.

“Mesmo em 2023 a gente tendo esse aumento de casos, a gente tinha um cenário epudemiológico totalmente diferente e isso é uma vitória de todos nós. Isso se dá devido à adesão da população à campanha de vacinação, à ampliação dos postos de vacinação e da oferta de vacinas pela secretaria, às orientações oferecidas pela rede de atenção à saúde, tanto no que se refere à vacinação quanto às medidas de prevenção. Então, mesmo diante de um aumento, nós estamos em um cenário bem mais confortável do que em 2022”, explicou Graziela.

A gerente do Cievs Manaus ressalta que o aumento das síndromes gripais, devido a sazonalidade, é esperado e todos os anos há aumento de casos nesse período, pois a chuva aumenta a umidade e com isso as partículas suspensas no ar. “Outro motivo é que, por conta das chuvas, as pessoas tendem a se aglomerar em locais fechados, o que também contribui para o aumento de casos”, complementou.

Orientações

A secretária da Semsa, Shádia Fraxe, salienta que o município se mantém vigilante e atuando junto à população para reduzir ao máximo a circulação viral e os agravamentos, internações e mortes por Covid-19 e outras síndromes gripais.

Shádia reforça que a população faça sua parte e orienta que a testagem rápida de antígeno nas unidades básicas deve ser buscada até no sétimo dia dos sintomas iniciais, porque após este período os resultados não são tão precisos.

Os testes rápidos de antígeno em 50 UBSs. Os endereços e horários de atendimento podem ser acessados por este link: bit.ly/ubscovidmanaus.

“Nossa orientação à população é que todos fiquem atentos aos primeiros sinais e busquem uma unidade de saúde para receber as orientações e os procedimentos necessários para que os sintomas não evoluam para as formas graves da doença”, explicou Shádia Fraxe.

A vacinação contra a Covid-19 é outro ponto de recomendação e a secretária ressalta que a vacina será ofertada nesta quinta-feira e sexta-feira, 23 e 24/2, em 75 unidades de saúde, que funcionam em horário regular e também em horário estendido. Os endereços estão disponíveis no link: bit.ly/localvacinacovid19.

“Reforço a necessidade de que todos se vacinarem para aumentar a imunidade contra essa doença. Só não devem receber a vacina as pessoas que estejam doentes. Para essas a recomendação é aguardar o total desaparecimento dos sintomas e para as que confirmarem Covid, a recomendação é que se vacinem somente após 30 dias do início dos sintomas”, esclareceu a secretária.

Matérias Relacionadas

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidade

Últimas Notícias