terça-feira, maio 28, 2024

Câmara aprova audiência para discutir importância dos mediadores escolares para PCDs e autistas

A Câmara Municipal de Manaus (CMM) realizará audiência pública para debater a importância dos mediadores escolares, que acompanham alunos com deficiência (PCDs) e autistas nas salas de aula. O requerimento, aprovado em peso pela base aliada do Executivo Municipal na casa legislativa, foi apresentado pelo presidente da Comissão de Educação da CMM, vereador Professor Samuel.

A presidente da Associação das Mães Unidas pelo Autismo (AMUA), Núbia Brasil, fala da importância da audiência pública, aprovada pela Câmara. “A realização dessa audiência vai se somar à nossa luta pelos mediadores”, disse, logo após a aprovação da audiência no plenário da Casa legislativa, nessa quarta-feira (5/4).

O autor do requerimento da audiência, Professor Samuel, relata que a inclusão da criança com autismo nos ambientes educacionais tem percorrido um caminho, de desafios que afetam professor e criança. “O mediador precisa ser um profissional capacitado a trabalhar com os cuidados relacionados à criança, portanto a audiência pública irá tratar de todos os pontos que precisam ser definidos, para que todas as crianças que precisam desse acompanhamento o tenham”.

“Agora sim o requerimento foi apresentado no seio da comissão correta, a de Educação, que trata do tema e tem interlocução com a própria Secretaria de Educação do Município”, destaca o líder do prefeito David Almeida na Câmara, vereador Fransuá, que acrescenta:

“O que não podemos aceitar é que utilizem uma causa tão nobre apenas como instrumento de ataque. O que todos os vereadores e pais de PCDs desejam é debater soluções para algo que necessita da participação de todos, do poder público, inclusive do Congresso Nacional. E o Município vem investindo, também é importante reconhecer isso, ”, destaca

AVANÇOS

Fransuá se refere ao investimento que a atual gestão vem realizando para ampliar o atendimento aos PCDs e autistas, como na contratação de mais mediadores escolares.

Até a gestão anterior, a rede municipal de ensino tinha em seus quadros, 178 estagiários de nível superior como mediadores. Neste ano, a Semed aumentou esse número para 846, ou seja, um crescimento de 475%. A Secretaria Municipal de Educação antecipou que já está trabalhando para a contratação de mais 1 mil mediadores.

Atualmente, a rede municipal tem 7.833 estudantes com deficiência, sendo que desse total, 3.824 são autistas, em diferentes graus.

Além do aumento do número de mediadores, a Semed já promoveu, entre março de 2022 e março de 2023, o Curso de Formação da Educação Especial e Autismo e o 1º Seminário da Educação Inclusiva – Direito à Diversidade. Além disso, a Secretaria desenvolve uma série de programas educacionais, de estímulo aos alunos, que abrangem estudantes com necessidades especiais.

O Complexo Municipal de Educação Especial André Vidal de Araújo (CMEE) conta com equipe multidisciplinar. A meta da Prefeitura é que até o final deste ano, todas as creches e os Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI) tenham, em suas estruturas, Salas de Recursos.

TRANSPARÊNCIA

O vereador Fransuá destaca ainda que a audiência pública, que abordará temas como a importância dos mediadores e a qualificação adequada dos mesmos, ainda não tem data marcada, mas será transmitida ao vivo pela TV Câmara.
“Queremos o máximo de transparência, tema da mais alta importância que mexe com toda sociedade”, destaca Fransuá.

Matérias Relacionadas

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidade

Últimas Notícias