domingo, março 3, 2024

Manaus tem festival de artes com quatro espetáculos nesta semana

Ópera, dança, música e muita arte. Manaus terá uma semana cultural intensa com o início da temporada da série Encontro das Águas, que começa nesta terça-feira (04/07). Com foco na diversidade, o festival artístico terá quatro espetáculos que vão ocupar os jardins do Centro Cultural Palácio Rio Negro e o palco do Teatro Amazonas.

O tradicional festival já tem dez anos de existência e, dessa vez, vai acontecer do dia 4 até o dia 16 de julho. O enfoque é na diversidade. Isso significa abrir mais espaço para artistas e o público LGBTQIA + e também variar os locais de apresentação, optando também por realizar espetáculos em locais abertos.

Mais de 300 artistas estão envolvidos nos espetáculos que fazem parte desta edição do festival. São atores, cantores, dançarinos, músicos, além de técnicos e profissionais da cultura.

A série Encontro das Águas é promovida pelo governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa. Os ingressos estão à venda no Shopping Ingressos (https://linktr.ee/seaencontrodasaguas).

Programação da Série Encontro das Águas

Quem abre a temporada é “Divaland”. O espetáculo musical vai viajar na história musical das divas que encantaram diversas gerações, com uma novidade: uma audição para garimpar talentos entre o público. Ao grande elenco se juntam os Corpos Artísticos, Balé Folclórico e Orquestra de Câmara do Amazonas.

A direção musical é do maestro Marcelo de Jesus, que assume a regência do espetáculo ao lado de Bruno Nascimento. Serão dois dias de apresentação. Na terça-feira (4) e na quarta-feira (5), no Teatro Amazonas, às 20h.

Na quinta-feira (6), será a vez de relembrar a infância com o espetáculo “Natsukashii”. A palavra japonesa que significa nostalgia traduz a proposta de levar o público a viajar nas trilhas sonoras dos desenhos e séries japonesas que fizeram sucesso no Brasil, entre as décadas de 1980 e 1990.

Músicas de animes como Cavaleiros do Zodíaco, Yu Yu Hakusho, Dragon Ball e muitos outros na interpretação do grupo Geek Jukebox. A apresentação será às 20 horas no Teatro Amazonas.

Amazonas Filarmônica, Madrigal do Amazonas e Grupo Vocal dos Corpos Artísticos se juntam, na sexta-feira (7) e no sábado (8), no “Muzikstation: Restart”. O espetáculo responsável por abrir a série Encontro das Águas, há dez anos, volta com uma parceria inédita com a Player Games e pretende ir além da “quarta parede”. As apresentações ocorrerão, às 20h, no Teatro Amazonas.

No sábado e domingo (9), o “Jardim Musical” vai tomar conta das dependências externas do Palácio Rio Negro. Em clima de picnic, o espetáculo é direcionado às crianças, de até três anos, e promete interação entre artistas, público e instrumentos musicais. A apresentação está marcada para 9h, nos dois dias.

Do dia 12 ao dia 16 de julho, o ballet ocupará a cena com “Dom Quixote”. Livremente inspirado na obra de Miguel de Cervantes, a montagem mescla os traços hispânicos, com seus animados cavaleiros e espevitadas senhorias. As apresentações serão sempre às 20h no Teatro Amazonas.

Já no dia 13 de julho, a série abre espaço para o espetáculo “Koyaanisqatsi”, baseado no curioso filme que estreou em 1982 e causa frisson até hoje. A pequena performance de Marcelo de Jesus e Átila de Paula acontece no cinema do Casarão de Ideias usando sintetizadores digitais e um coro de solistas, trazendo intimismo e uma experiência realmente única que mistura visuais frenéticos e música hipnotizantes. Serão duas sessões, uma às 19h e outra às 20h, no Teatro Amazonas.

A Companhia de Teatro Metamorfose, acompanhada pela Orquestra de Câmara, interpretará as histórias de “Disquinhos” em diversas linguagens, como teatro de bonecos e sombras.

O espetáculo é baseado na coleção histórica da década de 1960. Cada disco trazia uma história de conto de fadas cheia de músicas, compostas e adaptadas por João de Barro e orquestradas por Radamés Gnattalli.

A coleção foi produzida até a década de 1980, num total de 89 histórias, com fábulas de Esopo, contos de Hans Christian Andersen e dos Irmãos Grimm, lendas indígenas, cantigas de roda e textos em domínio público. Vendeu 5 milhões de unidades.

As apresentações ocorrerão nos dias 15 e 16 de julho, às 11h, no Teatro Amazonas.

 

 

 

 

Matérias Relacionadas

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidade

Últimas Notícias