domingo, março 3, 2024

Festival Amazonas de Dança anuncia espetáculos contemplados para edição 2023

O 11º Festival Amazonas de Dança (FAD) vai apresentar, entre os dias 26 de agosto e 2 de setembro, 16 espetáculos, na capital e no interior, com acesso gratuito. A lista de projetos contemplados está disponível no Portal da Cultura (editais.cultura.am.gov.br).

Na categoria de 35 a 60 minutos, foram selecionados “Silenciar”, de Mara Pacheco; “Gambiarra”, de Marcos Teles; “Vozes do Silêncio”, do Entrecorpus Companhia de Dança; “As Cores da América Latina”, da Panorando Cia Produtora; “Fragmentos Villa-Lobos”, da Cia Ballet da Barra; “Amarelo Manga”, de Lucas Rocha; e “Lunária”, de Cia Expressão & Vida.

Na categoria de 25 a 34 minutos estão confirmados “E Se”, de Will Cruz; “Saga Cabocla”, da Cia Monica Seffair; “A Temporada de Ganga”, de Patrick Hernandes de Souza Assunção; “Oná”, de Eduardo Cunha; “Eczema”, da Companhia Storge;”Curupiara”, de Bianca Marques; e “Perenal”, de Gleice Medeiros.

A categoria de 10 a 24 minutos traz os espetáculos “Trouxas”, de Iessa Ferreira, e “Peito-Vermelho”, de Benner Siqueira.

A seleção aconteceu em duas fases, documental e técnica. Foram avaliados critérios como dramaturgia da obra, desenvolvimento cênico da obra, exequibilidade, qualidade artística dos intérpretes e avaliação de portfólio.

“Fazer parte da curadoria do FAD me fez pensar que o Amazonas tem talentos que precisam desenvolver suas criações coreográficas com continuidade, rigor; adquirindo saberes e conhecimentos necessários para as suas consciências críticas, poéticas e políticas dos seus ofícios criadores, expressado através do corpo-performer no ‘tempoespaço’”, comenta Francisco Rider, membro da Comissão de Análise Curadora.

Programação

Neste sábado (26/08), às 20h, acontece a abertura do FAD, no palco do Teatro Amazonas, com homenagens aos bailarinos Adalto Guilherme Xavier Gil, Miguel Maia e Dirley Duarte. O acesso é gratuito.

A programação segue com apresentações e atividades, como oficinas e palestras, em centros de convivência, escolas, praças, Teatro da Instalação, Teatro Gebes Medeiros e em municípios do Amazonas. O encerramento, no dia 2 de setembro, vai ocupar o Largo de São Sebastião, no Centro de Manaus.

O Festival Amazonas de Dança é realizado pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa e da Agência Amazonense de Desenvolvimento Cultural (AADC), com coprodução do Fórum Permanente de Dança do Amazonas (FPDAM).

A Comissão Organizadora da 11ª edição conta com Thays Auzier, Rosana Brito, Suelen Siqueira, Magno Fre’sil e Drica Oliveira, além de Denis Carvalho como representante da Secretaria de Cultura e Economia Criativa e Renata Correia pela AADC.

Matérias Relacionadas

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidade

Últimas Notícias