domingo, março 3, 2024

‘Vivendo o Nosso Centro’ é selecionado para Semana de Educação Patrimonial, do Iphan

O programa “Nosso Centro”, da Prefeitura de Manaus, será um dos destaques da Semana de Educação Patrimonial, do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) – Construindo Redes, quando o Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb) fará a apresentação do projeto “Vivenciando o Nosso Centro”, na segunda-feira, 30/10, às 14h30. O encontro acontece no Instituto Benjamin Constant (IBC), na avenida Ramos Ferreira, 991, Centro. O projeto foi selecionado pela banca de comissão científica da semana.

O “Vivendo o Nosso Centro” teve início em agosto e vai encerrar esta etapa em novembro deste ano, promovendo encontros patrimoniais, culturais, históricos e arquitetônicos pela área central da capital, sempre aos sábados e gratuitamente, para grupo de pessoas previamente inscritas para participar das atividades.

O circuito de imersão e experiência passa por edificações, bens tombados, praças e ruas, em um tour montado por técnicos do Implurb, com apoio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult); da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi); e da Comissão Técnica para Implementação e Revitalização do Centro Histórico de Manaus.

“A revitalização, requalificação e regeneração do Centro Histórico de Manaus tem como foco o melhor aproveitamento do território que guarda valorosa riqueza cultural e patrimonial. O ‘Nosso Centro’ visa o resgate econômico da área, envolvendo ações de economia, turismo, história, empreendedorismo, cultura, arte e habitação. Com o projeto, estamos estimulando a cidadania, de forma interativa e ativa, a percepção da sociedade civil e acadêmica do meio onde vive, por meio de elementos da arquitetura e urbanismo, das intervenções da prefeitura, realizando o roteiro de educação patrimonial”, explicou a gerente de Patrimônio Histórico do Implurb (GPH), arquiteta e urbanista Melissa Toledo.

Os roteiros do “Vivendo o Nosso Centro” terão, ainda, mais três visitas, sendo a próxima neste sábado, 28/10, e outras duas em novembro.

“A educação patrimonial e o fato de estarmos convidando a sociedade em geral a conhecer, enquanto estamos em execução das obras, tem o valor não só do pertencimento, mas é uma oportunidade para os profissionais da área, para aqueles que estão em formação e têm interesse no assunto, terem contato com os espaços públicos, com a conservação, valorização e preservação do patrimônio urbano existente”, comentou Melissa.

O conjunto arquitetônico de Manaus é um marco atrativo e oferece funções de transitar, entreter, comercializar, morar e ter essa vida em um local de memória da cidade.

Obras

A prefeitura realiza, atualmente, três obras urbanísticas no Centro: mirante Lúcia Almeida, casarão Thiago de Mello e largo de São Vicente. O circuito passa pelos pontos de obras, mas antes, seu início acontece na praça Dom Pedro II, seguindo para o Museu da Cidade de Manaus (Muma), no paço da Liberdade, e rua Bernardo Ramos. Depois, o grupo segue para as primeiras intervenções do “Nosso Centro”, com uma passagem pela travessa Carolina. O circuito finaliza com uma ida ao Palácio Rio Branco e à sede do Iphan-AM, localizada nos números 13 a 17, da travessa Dr. Vivaldo Lima, na área portuária da capital.

Em todos os pontos, é feita a contextualização histórica e arquitetônica, com ênfase nos estilos e tipologias e, no caso das intervenções em curso pela prefeitura, a ênfase será no tipo de construção e adaptação ao novo uso.

 

 

Matérias Relacionadas

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidade

Últimas Notícias