sexta-feira, abril 12, 2024

Prefeito destaca apoio inédito da prefeitura aos atletas do Jiu-Jítsu de Manaus para a disputa do Campeonato Brasileiro

O prefeito de Manaus, David Almeida, prestigiou, na manhã deste domingo, 5 de março, a seletiva classificatória para a disputa do Campeonato Brasileiro de Jiu-Jítsu, no ginásio Ninimberg Guerra, o ‘Bergão’, localizado no bairro São Jorge, na zona Oeste da capital amazonense. Ao todo, 400 atletas de todas as categorias se inscreveram para participar do processo, que garante aos classificados o apoio da prefeitura para participar da competição em nível nacional.

“Manaus é uma referência para o Brasil e para o mundo no Jiu-Jítsu, aqui nós temos atletas de alto nível e pela primeira vez a prefeitura está dando esse apoio. O campeonato brasileiro acontece só em abril, mas nós estamos nos antecipando para dar condições aos atletas. Serão 45 classificados que vão receber passagens aéreas e, para o ano que vem, nós vamos aumentar para 100 passagens e R$ 1 mil em ajuda de custo para cada atleta classificado na seletiva”, destacou o prefeito.

A disputa deste ano do brasileiro da Confederação Brasileira de Jiu-Jítsu (CBJJ) acontece de 29/4 a 7/5, em Barueri, São Paulo. Os competidores mais bem avaliados na seletiva deste domingo vão integrar o programa “Manaus Olímpica” e embarcam para a competição com auxílio da Fundação Manaus Esporte (FME) para representar a capital amazonense.

“Este ano foram 400 inscritos de forma gratuita e nós estamos muito contentes, porque o Jiu-Jítsu é um esporte com muitos adeptos e grandes atletas em nossa cidade e isso aqui é uma retribuição para com o esporte. Eventos iguais a esse proporcionam a descoberta de novos talentos, a criançada está chegando ‘quente’ para, quem sabe, ser campeão brasileiro e trazendo mais medalhas para Manaus”, afirmou o diretor-presidente da FME, Aurilex Moreira.

Orley Lobato, um dos mestres de Jiu-Jítsu que comanda a seletiva, explicou que o processo classificatório foi dividido em categorias e que, durante a disputa a arbitragem vai analisar as técnicas dos competidores para identificar as melhores performances. “As categorias juvenis para baixo foram divididas de 10, 11 e 12, masculina e feminina; 13,14 e 15, masculina e feminina; 16 e 17, masculina e feminina. Já para os adultos ficou: feminino adulto, adulto máster e feminino máster”.

Entre os nomes dos competidores deste domingo estavam o de Ana Clara Oliveira, de 11 anos, campeã mundial da Confederação Brasileira de Jiu-Jítsu Esportivo (CBJJE), na categoria pena infantojuvenil. Ela se deu bem contra a adversária e garantiu a vaga para o campeonato brasileiro. “A disputa foi muito boa e estou muito feliz, isso aqui é a realização de um sonho e se tudo der certo eu vou trazer uma medalha de ouro para Manaus”, comemorou.

Matérias Relacionadas

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidade

Últimas Notícias