terça-feira, maio 28, 2024

Dos quadrinhos para o Festival Amazonas de Ópera: ‘Curumim’ é uma das atrações infantis do 25º FAO

Criado pelo jornalista e cartunista Mário Adolfo, em 1983, o personagem Curumim, “o último herói da Amazônia”, ultrapassa as páginas dos quadrinhos para estrear no 25º Festival Amazonas de Ópera (FAO). O texto do musical infantil foi escrito pelo próprio jornalista, que também compôs as músicas em parceria com o compositor Zeca Torres.

Com o título “Curumim, o Último Herói da Amazônia em Busca da Flor da Vida”, o musical conta a história de Markinho, um garoto solitário que entra em um sono profundo por conta da triste realidade em que vive. Para salvá-lo, o papagaio Lourival resolve ajudar e voa para a floresta Amazônica em busca do Curumim, que conhece uma planta medicinal chamada “Flor da Vida”, que tem o poder de trazer as pessoas de volta à vida.

O festival é uma realização do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa e da Agência Amazonense de Desenvolvimento Cultural (AADC), com patrocínio master do Bradesco e apoio cultural do Grupo Atem, além da aprovação na Lei de Incentivo à Cultura.

O espetáculo será encenado pela companhia de teatro Metamorfose, com direção cênica de Socorro Andrade. Segundo a diretora, levar uma proposta de apresentação para o público infanto-juvenil, dentro do festival de ópera, é muito significativo, pois estreita ainda mais o laço com a população, que precisa absorver essa arte.

“É muito importante fazer parte desse momento, com este tema. Com tantos problemas que tem na Amazônia, com os Yanomamis sofrendo também com a poluição dos rios, se torna relevante levar esse debate de forma lúdica e educativa para o público”, afirma Socorro.

Para o pequeno Rhuan Gabriel, que será o personagem Curumim, a expectativa é que o público tanto adulto quanto infantil ame e entenda o que o espetáculo quer transmitir. “Interpretar o Curumim está sendo um desafio. Vou ter que usar peruca e transmitir a mensagem que o indiozinho quer passar, que é mais amor entre a família e o cuidado com a floresta”, conclui Rhuan, que aos 11 anos já coleciona grandes personagens no teatro musical.

O espetáculo terá o acompanhamento da Orquestra de Violões do Amazonas, sob a regência do maestro David Nunes, e também contará com a participação do Coral Infantil e do Liceu de Artes Cláudio Santoro. A obra entra em cartaz nos dias 13, 14 e 28 de maio no Teatro da Instalação, no Centro, com entrada gratuita.

O texto original da montagem foi escrito em abril de 1991, isto é, há 22 anos. Seria apresentado em 2020, quando Mário e Zeca Torres concluíram as músicas – mas o sonho foi interrompido pela pandemia da Covid-19. “Valeu a pena esperar, acabamos entrando no Festival de Ópera a convite do secretário de Cultura, Marcos Apolo. É um feito nunca imaginado por mim”, comenta Mário Adolfo.

O Festival Amazonas de Ópera apresenta grandes e inéditas montagens, que é o caso de “Curumim, Último Herói da Amazônia em Busca da Flor da Vida”, em sua vigésima quinta edição. O secretário Marcos Apolo Muniz ressalta a importância de levar espetáculos para todos os públicos, “É de suma importância que a população tenha acesso também a musicais, além do universo lírico. É um incentivo cultural. Além de emocionar, os espetáculos transmitem mensagens muito importantes”, conclui o titular da pasta.

Foto: Divulgação

Matérias Relacionadas

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidade

Últimas Notícias