sexta-feira, julho 12, 2024

Atividades voltada às famílias celebraram o Dia Mundial do Orgulho Autista, em Manaus

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), promoveu uma programação em comemoração ao Dia Mundial do Orgulho Autista, celebrado neste domingo (18/6), no Parque Cidade da Criança, no bairro Aleixo. A ação, dedicada às famílias de crianças com autismo, contou com a participação da Associação de Amigos do Autista (AMA), Instituição Autismo no Amazonas (IAAM), Escola Municipal de Educação Especial (EMEE) André Vidal de Araújo, Espaço de Atendimento Multidisciplinar ao Autista Amigo Ruy (Eamaar), entre outros.

O objetivo da data é combater o preconceito, promovendo ações de conscientização sobre o autismo, que é uma variação neurológica natural da diversidade humana, a qual produz formas distintas e atípicas de pensamento, mobilidade, interação e processamento sensorial e cognitivo.

De acordo com o subsecretário de Gestão Educacional, Júnior Mar, que representou a secretária de Educação, professora Dulce Almeida, esse dia é muito importante porque a Semed realiza um trabalho intenso no sentido de dar dignidade às crianças e às famílias.

“Nosso prefeito David Almeida e a nossa secretária Dulce Almeida estão muito atentos a essa questão. Então, esse momento que estamos proporcionando é uma forma de valorizar e dizer que também temos orgulho de trabalhar com pessoas com autismo. Nosso trabalho vai se intensificar no sentido de proporcionar educação de qualidade a todos”, completou Júnior Mar.

A gerente de Educação Especial, Amanda Macanoni, reforçou que essa é uma data de conscientização e também de alegria, por isso foram proporcionadas diversas atividades. “Hoje, nós temos trens da alegria, tivemos teatro, massagem para as mães, sobrancelha, esmaltação, temos a programação dos brinquedos infláveis, temos lanche, temos uma manhã festiva”, completa.

O público presente recebeu a Caravana da Educação Infantil, apresentando a brincadeira “Caça-fantasmas”, Animapet, corte de cabelo, massagem, esmaltação e brinquedos.

Alessandra Gonzaga, mãe da Giovana Gonzaga, do Instituto Amigo Anjo, aproveitou as várias atividades, entre elas a massagem. Para ela, essa atividade reforça o olhar do poder público com essa causa, além de reforçar a inclusão social, o respeito e o exercício da cidadania.

“Eu descobri que minha filha tinha autismo há um ano e no começo eu não quis aceitar, mas aí para ajudar minha filha, eu tenho que aceitá-la do jeito que ela é, da forma que Deus me deu ela. Então, hoje, para mim, ela sempre vai ser minha bebezinha”, completou Alessandra.

Dia do Orgulho

A data foi instituída há 18 anos, desde então, Fabiana Nascimento, do Instituto Borboletas Azuis, ficou interessada em participar. Hoje, ela percebe que há maior visibilidade e que a atual gestão municipal é muito importante nesse processo.

“Eu me senti orgulhosa de ver a execução de políticas públicas com o prefeito David e com a secretária Dulce Almeida. Eu não poderia deixar de enaltecer a gente ter tido uma audiência e dessa audiência ter saído o processo do professor de apoio escolar. Então, você começa a se orgulhar e ver que algo está sendo feito para trabalhar a inclusão. E eu também tenho orgulho do meu filho desde o dia em que ele nasceu”, finalizou Fabiana.

Matérias Relacionadas

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Publicidade

Últimas Notícias